a vida escorre,

•segunda-feira; 9-novembro-2009 • 2 Comentários

escorre por entre os dedos, e às vezes somos incapazes de segurá-la.

Anúncios

A Origem do Ser

•domingo; 25-outubro-2009 • Deixe um comentário

*imagina
*todo mundo quando dorme
*a alma sai do corpo
*e segue até um lugar
*lá tem um poço brilhante
*o poço tem nariz de palhaço
*o balde é um hat de bufão
*e a água tem cheiro de pipoca
*todos vão lá
*para recarregar
*o bom senso de humor, as piadas e tudo relativo à palhaçadas e bobeiras

Nota da Autora: Fiquei com preguiça de editar a imagem e tirar o site. O texto é meu, eu quem fiz, meio maluco pq foi no meio de uma conversa de msn mas gostei muito do texto. Abraços de uma escritora alada que estava com as asas quebradas :]      Dan, Obrigada por me dar a critividade no meio de uma madrugada entediante ;D

Sobre A TV: Dica nº 1

•terça-feira; 6-outubro-2009 • 1 Comentário

  • bundas dão ibope.


Atrás da Porta

•terça-feira; 29-setembro-2009 • Deixe um comentário

Telefone toca.
– Alô?
– O Sr. Lucas Vilela está?
– Não, ele não está. Quem está falando?
– Bem aqui é do hospital D. Pedro, o número e o nome estavam nas últimas chamadas feitas da Sr. Amanda.
– Amanda? O que houve?
– Bem, sinto informar que durante esta tarde a Sr. Amanda sofreu um acidente de moto…

Ele acabara de chegar, foi até seu quarto e viu algo que não era normal: a porta do quarto dos pais estava fechada e sussurros saíam de lá. Aproximou-se para tentar escutar.

– E agora, o que faremos? – ela falava tão baixo que ele mal escutou.
– Nós temos que contar Ana…
– Mas eu não sei como contar… Ele… – foi interrompida.
– Contar o que? – ele entrou no quarto e todos desviaram o olhar triste.

O barulho vindo de dentro do quarto agora era alto e a tristeza ficou iminente. O chão se molhou.

à flor da pele.

•domingo; 27-setembro-2009 • 1 Comentário

não sei por que, mas tudo consome;

parece que o mundo parou, ou começou a girar mais rápido;

emoções afloram, sem porque.

.

•quarta-feira; 16-setembro-2009 • 1 Comentário

“(…)você é um ser humano – deve entender dessa obsessão consigo mesmo.”

(A Menina Que Roubava Livros – Capítulo: Diário da Morte 1942 – Página: 271 – 3º Parágrafo – Linha: 3)

Sorri

•terça-feira; 8-setembro-2009 • 2 Comentários

01_11_2007_0848880001193943733_dirk_lambrechts

Composição: Charles Chaplin/G.Parson/J. Turner – versão: Braguinha

Sorri
Quando a dor te torturar
E a saudade atormentar
Os teus dias tristonhos, vazios
Sorri
Quando tudo terminar
Quando nada mais restar
Do teu sonho encantador
Sorri
Quando o sol perder a luz
E sentires uma cruz
Nos teus ombros cansados, doridos
Sorri
Vai mentindo a tua dor
E ao notar que tu sorris
Todo mundo irá supor
Que és feliz