Capítulo 1 – Parte II (Reencontros)

Não muito longe dali, nesta mesma hora Alimak reencontrava Ogirdor. Este é um rapaz de 20 anos baixo, aproximadamente 1,66m, serve o exército brasileiro há 2 anos, tem cabelo negro e ondulado, olhos verdes, seu queixo é alongado com uma covinha bastante aparente e pele branca. Já Alimak é uma advogada famosa, tem 23 anos, 1,65m, um longo cabelo louro e liso, olhos azuis, lábios finos, um rosto triangular raro e pele branca.

Alimak está saindo de seu escritório com muitos papéis na mão, ela esbarra em Ogirdor e seus papéis caem no chão.

– Me desculpe senhorita.

Ela olha para o rapaz corpulento com farda do exército que está na sua frente.

– Tudo bem, eu não estava olhando para onde ia.

Ele ainda não tinha olhado para a mulher em que ele acabara de esbarrar, mas ao vê-la teve a impressão de que já a conhecia.

– Eu não te conheço de algum lugar?

Alimak volta a pousar seus olhos sobre Ogirdor, fita-o demoradamente tentando reconhecê-lo, tentativa inútil.

– Acho difícil, a não ser que já tenha sido meu cliente alguma vez.

– Creio que não doutora, nunca precisei de advogados.

Ela olha-o com cara de espanto. Ele repara em seu olhar.

– Tem escrito em seu terno: “Escritório de Advocacia Alimak”

Ela pousa o olhar sobre o terninho preto que usava e encontra as palavras. Nada diz.

– Ainda estou com a impressão de que a conheço.

– Deve estar me confundindo com alguém.

– Alimak!?…… Ela é a dona deste escritório?

Ela não reparou na “ela” que ele disse e o respondeu com toda naturalidade do mundo.

– Sim eu sou.

Com um sorriso no rosto ele reconheceu sua antiga namorada, de quando ele tinha apenas 13 anos, lhe lançou um olhar apaixonado.

– Eu sabia que te conhecia!

Alimak espantou-se com o que ele disse, ela não conseguia lembrar-se daquele garoto baixo e corpulento.

– Hein?!

O sorriso desapareceu do rosto de Ogirdor, ele decepcionou-se por ela não ter lembrado dele.

– Não lembra de mim Ka?

Ka?…Apenas uma pessoa no mundo me chamou assim algum dia…-pensou Alimak.

– Ogirdor?

Quando ele ouviu seu nome no sussurro de Alimak voltou a sorrir.

– Eu sabia que lembraria!

– Como me esqueceria da pessoa a qual eu mais odiei no mundo!?

Ogirdor não esperava essa resposta, mas ele se lembrava bem do dia 10 de Setembro de 2089 e entendeu o porquê dela. Apesar de Alimak ter sido a pessoa que ele mais amou no mundo a natureza dele tinha feito ela chorar um dia. Eles iam fazer um ano de namoro e ela resolveu fazer uma surpresa naquela manhã.

Ogirdor tinha saído na noite passada com uns amigos, se divertiu muito e até trouxe diversão pra casa… Ele havia passado a noite com uma garota que conheceu na noitada. Ninguém sabia disso. Alimak chegou na casa de Ogirdor e disse a mãe dele que queria fazer uma surpresa, afinal eles faziam 1 ano de namoro. Ela a permitiu entrar e disse para ficar à vontade, não sabia que o filho estava acompanhado. Quando Alimak entrou no quarto viu Ogirdor dormindo e uma garota ao seu lado, olhou fixamente para a cena, assustada não conseguia fazer nada. Ele acordou, olhou para frente, para a garota ao seu lado e levantou-se, nu.

– Ka, eu posso explicar!

Enquanto Ogirdor se vestia as lágrimas corriam no rosto de Alimak.

– Não tem o que explicar…

No mesmo instante ele ficou cabisbaixo e seus olhos também se encheram de lágrimas.

– Ka… Me perdoe… Eu… Eu…

– Eu nunca mais quero te ver… – sua voz foi aumentando até que se tornou um grito sufocado de tristeza – Nunca, entendeu? NUNCA!

Ela se virou e correu em direção à porta, ele tentou impedi-la, mas não conseguiu. Depois desse dia ele jamais vira Alimak novamente, até esse dia. Anos haviam se passado e lá estavam eles novamente cara a cara.

– Ka eu…

Ela o impediu de terminar a frase.

– Não precisa se explicar, já faz 6 anos, não me importa mais.

Terminaram de recolher os papéis, ela se levantou, o olhou nos olhos, virou-se e caminhou, virando de costas para ele.

– Ka…

– Adeus.

Atikin chega em casa e procura sua agenda de telefones, agora ela procura o nome de alguém, na letra O.

– Og?

Com uma voz tristonha o rapaz do outro lado da linha responde.

– Sim…

Um estranho pressentimento acomete Atikin e ela se desespera.

– Og, o que houve?

Ele reconhece a voz de sua amiga e responde, agora chorando.

– Eu a encontrei Niki… E ela ainda não me perdoou.

– Og, depois de todos estes anos você encontrou a Ali?

– Sim…

Ele conta a Atikin o que houve.

– Ah Og… Não fique assim… Chegou hoje de Vitória depois de 3 anos e já chega se entristecendo? Nada disso! Olha só, o Renji vai comemorar o aniversário na Central do Caranguejo hoje de noite, se você quiser ir ele vai ficar feliz de te ver… Só que provavelmente a Ali vai estar lá. Ela e o Renji estão namorando há 1 ano…

– E você convive com isso normalmente?

Um pequeno silêncio toma conta da linha.

– Ele a escolheu, não há nada que eu possa fazer. Além disso, eu quero apenas o melhor para o Renji, se ele acha que o melhor é a Ali, quem sou eu para discordar?

– Eu te conheço sei que não se sente bem com essa situação.

– Nada posso fazer Og, apenas me conformar, e a nossa ligação é maior do que qualquer coisa, assim como meu amor por ele.

– Somos amigos desde a adolescência Niki, acha mesmo que eu acredito que você não esteja querendo que esse namoro acabe logo?… Por mim e por você…

– Querer eu quero, mas não faço e nem farei nada para que isso aconteça. E chega desse papo!

– Está bem… A que horas você me encontra?

– Passa aqui em casa às 18h.

– Estarei aí às 17h.

– Está certo, aí a gente coloca a conversa em dia. Saudades de você amigão!

– Idem Niki. Beijinhos… Te vejo às 17h.

– Beijooooo!

Desligam o telefone. O rosto de Atikin está molhado, mas ainda assim ela não deixou transparecer em sua voz a imensa tristeza que sentia.

 

Anúncios

~ por Bu. -L' illusioniste em sexta-feira; 15-fevereiro-2008.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: